domingo, 20 de abril de 2014

Joaquim ou Joaquina ?

Não sei se este robalo a rondar os quatro quilos é um macho ou uma fêmea, apenas registei que este grande peixe nada em território bem demarcado nas águas da Arrábida.
Em vários mergulhos em apneia que realizei nos últimos dias no Parque Marinho Luiz Saldanha encontrei este peixe por diversas vezes sempre na mesma área e muito tranquilo.
O último cara a cara durou quase dois minutos e o peixe esteve muito perto de mim, sempre muito curioso e confiante. É uma enorme satisfação poder ver estes peixes de grande porte a pouca profundidade (2metros) e em locais muito acessíveis a qualquer pessoa. Este Joaquim ou Joaquina, é um bom exemplo em como as reservas marinhas são importantes para o equilíbrio dos ecosistemas e os resultados são visíveis.
Além deste robalo vi ainda várias tainhas a rondar os dois quilos, sargos perto de um quilo e muitas salemas, sarguetas, polvos e outros peixes igualmente "vistosos"!
Este "embaixador" é um sinal de esperança, para que os meus filhos e outras gerações vindouras possam conhecer em estado puro, em pleno oceano e no seu habitat, o que é um robalo de grande porte!

Imagem de um clip de video

1 comentário:

Rui Bernardo disse...

É verdade, nos vários mergulhos que tenho feito, tenho verificado o mesmo, cada vez há mais peixe e os exemplares são cada vez maiores.
No entanto ainda se vê muita "predação", (predador homem) em zonas onde é proibida a caça submarina e nada é fiscalizado.